¹

26.2.12

ENTREVISTA COM LIMA JUNIOR : "ESTÁ FALTANDO UM CANDIDATO QUE SEJA DO NOSSO AGRADO"

Quando pensamos em convidar alguém da área cultural, artista, para o espaço de entrevistas da série “De olho nas eleições 2012” deste blog, imediatamente veio à nossa cabeça o nome do poeta e escritor Lima Junior. Amigo particular, pessoa de opiniões claras e paciência curta para “arrodeios” e “falcatruas”, são muitas as razões para nossa conversa. Em primeiro lugar porque Lima Junior é isso que citei linhas acima, um artista com independência, sem vínculos partidários mas ao mesmo tempo interessado e conectado com a política local. Um artista que discute, opina, investiga e ouve as ideias e opiniões políticas de outros artistas e dos tuparetamenses de todas as idades.


TVA: Junior, como você está vendo a situação política atual em Tuparetama? Qual sua opinião sobre este momento?
Lima Junior: Tárcio, primeiramente eu agradeço o convite para expor meu ponto de vista sobre a atual situação política da nossa cidade, e deixo claro que tenho um enorme respeito pelas opções políticas de cada eleitor deste município. Afinal, cada um sabe de si, cada um tem sua ideologia ou sua preferência partidária, por este ou aquele motivo.
Hoje eu vejo uma Tuparetama mais rebelada, de uma forma um tanto distinta das eleições passadas. Percebe-se que o grupo político da “situação” está sem um representante que agrade a sociedade. Os nomes que aparecem, dos dois pré-candidatos (Valmir Tunu e Romero Perazzo) são populares, conhecidos, com trabalhos desenvolvidos no município, porém com um percentual maior de rejeição que de aprovação.
Quanto aos grupos de oposição todos estão percebendo que está cada vez mais difícil de chegarem a um consenso. Parece que interesses pessoais falam mais alto que o verdadeiro sentido da palavra oposição. Creio que se não houver uma verdadeira união dos partidos de oposição, com uma única bandeira e um único propósito, será uma campanha suicida. Estarão “mirando na cabeça e acertando apenas as pernas”.

TVA: E a sua situação política pessoal? Você se coloca no momento como oposição, situação ou neutro?
Lima Junior: Hoje, me coloco neutro.

Lima Junior em desenho do artista Perazo Castilho
TVA: Por que essa opção pela neutralidade? Isso é possível, ficar neutro?
Lima Junior: Olha Tárcio, no momento eu realmente estou neutro no sentido de não estar vinculado nem à situação nem à oposição, pois esses dois lados tem falhas e erros com os quais não concordo nem gostaria de me comprometer. Mas não estou neutro no sentido de exercer meu direito de criticar, elogiar, expor minhas opiniões...

TVA: O que você vê de positivo e negativo na situação e na oposição?
Lima Junior: A administração municipal vem fazendo um trabalho no município que é visível aos olhos de quem vive aqui e também de quem visita a cidade. Realmente são muitas obras construídas, graças ao empenho do gestor e graças sobretudo ao PAC e outros programas governamentais que liberam muitos recursos, o Governo Federal praticamente esfrega o dinheiro na cara dos gestores. Todavia algumas coisas são mantidas longe dos olhos de quem passa, fiascos a que são submetidos os funcionários e a população em setores como Cultura, Saúde etc.
Já na oposição temos algumas “alas” que buscam combates diretos e pessoais, colocando em risco uma gestão. E temos “alas” que hoje, segundo se comenta em toda a cidade, buscam uma “união” de conveniências com os grupos da situação. Veja bem, estão expondo ao ridículo todo um povo que sofreu opressões, perseguições e rachas de famílias. Se houver essa união da oposição com a situação, como fica o respeito e a dignidade de um povo que ainda acredita em homens dignos?

TVA2: É a sua opinião sobre uma provável coligação dos grupos liderados por Vitalino Patriota e Sávio Torres? O que você tem escutado das pessoas a respeito disso?
Lima Junior: As “esquinas” falam de uma coligação. Não posso afirmar que essa história seja verdadeira pois ainda não ouvi a confirmação da boca de Vitalino. Fala-se sobre uma chapa com Valmir Tunú e George Patriota. Isso se concretizando me deixará triste. Nada tenho contra Valmir, nada mesmo! Mas estamos falando de grupos políticos que ao rachar levaram consigo pessoas de bem, pessoas dignas, respeitadoras, que bateram de frente com o poder e até com seus próprios familiares em defesa desses políticos. Essas pessoas, quer sejam dos grupos dos Tunus, Patriotas ou Perazzo, ainda acreditam em seus representantes e esperam não ser passados pra trás. Pessoas que têm vergonha e dignidade suficiente para não engolir “acordos”. Eu entendo que unidos os dois grupos novamente, seria eternizar um só grupo no poder, seria ditadura. Imaginem apenas uma loja ou uma padaria ou um supermercado numa cidade deste tamanho!

TVA2: Quem é no momento a principal liderança da oposição no município?
Lima Junior: Não é segredo pra ninguém que é Vitalino, seguido por Edvan Pessoa.

TVA2: Como artista engajado no movimento cultural da cidade e da região, você está satisfeito com o momento cultural em Tuparetama e no Pajeu?
Lima Junior: A cultura da nossa cidade sobrevive, porque tem artistas persistentes. Não existe incentivos concretos como um Fundo destinado à cultura, por exemplo, como acontece em outras cidades. Em alguns municípios, inclusive do Pajeú, existem leis aprovadas por Câmaras de Vereadores com incentivos à cultura. No caso de escritores dessas cidades, uma grande quantidade de seus livros é adquirida a cada edição, para distribuição em bibliotecas e escolas públicas, isso não acontece aqui. Assim como no caso de livros há também incentivos para gravações de CDs e atenção aos mais diversos segmentos culturais, como grupos de música, teatro, dança... Aqui em Tuparetama temos algumas exceções como o grupo organizador do Balaio Cultural que se faz valer, e tem de qualquer forma um apoio da prefeitura somado ao do comércio local.

TVA2: Você não acha que falta um representante da classe dos artistas na câmara de vereadores?
Lima Junior: Acho sim, a classe artística precisa ter um representante naquela Casa, independente de sigla partidária, desde que seja uma pessoa realmente comprometida com a cultura e incorruptível.

TVA2: Você já pensou ou pensa em ser candidato?
Lima Junior: Minha resposta é não, Tárcio. Eu não tenho pretensões políticas. Entendo que minha maneira de contribuir politicamente é com as ideias para ajudar na valorização e divulgação do nosso município social e culturalmente.

TVA2: Seu amigo e grande poeta Valdir Teles foi candidato a vereador na eleição passada, esperando contar com o apoio dos artistas. Seria um bom representante da categoria na câmara. Por que você acha que ele não conseguiu se eleger? Você o aconselharia a ser candidato novamente?
Lima Junior: Valdir Teles é um grande cidadão e exímio repentista, tenho-lhe grande respeito e nós nos damos muito bem. Nossas divergências até hoje ficaram somente no campo político. Eu tenho certeza que Valdir seria um bom representante para a classe, pois conheço suas ideias. Sabemos o que ele poderia ter feito pela cultura e o que poderia trazer para este município como Secretário de Cultura, porém não deixaram ele ser o Secretário que poderia ter sido, ele não teve o apoio e os recursos necessários. E o motivo de Valdir não ter sido eleito não é segredo pra ninguém: os seus colegas de palanque não “permitiram”... Ele sabe com quem e com o que lidou, não é bobo de entrar novamente, não precisa disso e a arte agradece.

TVA2: Você sempre morou no Bairro Bom Jesus. Falta um representante “oficial” deste bairro na câmara?
Lima Junior: Realmente não conheço requerimentos e/ou projetos dos vereadores do município em defesa deste bairro. O bairro já recebeu muitas obras, mas o que estou dizendo é que nada vi neste bairro que tenha sido requerido por algum vereador, mesmo daqueles que residem aqui.

TVA2: Esse Bairro não seria capaz de indicar candidatos e elegê-los na próxima campanha? Quem são, a seu ver, as lideranças naturais do  Bom Jesus?
Lima Junior: Já tivemos pessoas do Bairro Bom Jesus, pessoas que considero inteligentes e capazes, que foram candidatos, mas um cargo de vereador nesta cidade “custa” caro. Eu poderia citar meia dúzia de lideranças comunitárias desta área da cidade, mesmo que em grupos políticos distintos, mas nem sei se querem ser candidatos e se tem condições financeiras para isso, então prefiro que os mesmos se coloquem a disposição do povo, como candidatos.

TVA2: E por que você “lançou” a candidatura de Cão?
Lima Junior: (rindo) Sivaldo ou “O Cão”, como é conhecido, é uma figura folclórica da cidade. O próprio nome dele já deu o mote engraçado da campanha: “Tenha fé em Deus e vote no Cão”. Foi só uma brincadeira de internet. É uma forma de chamar a atenção para que as pessoas comecem a pensar em seus candidatos, pensar que o registro de um candidato é coisa séria. Também dá pra gente discutir nossos preconceitos, sobre quem “pode” e quem “não pode” ser candidato. Por que, afinal, o Cão não pode ser candidato? Claro que poderia ser, mas sabemos que não será.... e se fosse, os seus votos seriam votos de “protesto” né não?

TVA2: Você já fez várias músicas e poesias para candidatos nas eleições anteriores. Você recebeu dinheiro por esse tipo de trabalho?
Lima Junior: Sim fiz músicas, paródias, repentes para candidatos nas eleições anteriores. Não lembro os valores, mas alguns me pagaram pelo serviço. Lembro também que recusei encomendas por não aceitar determinados candidatos.

TVA2: Ainda lembra de algum verso que você fez e gostou? Como era?
Lima Junior: Lembro sim, e creio que quem foi “citado” nos versos deve lembrar ainda mais, mas são águas passadas...não vou reacender essas provocações agora não!

TVA2: A seu ver quem dos pré-candidatos (Romero Perazzo, Deva Pessoa, Joel Gomes, Valmir Tunu) seria melhor para a cultura?
Lima Junior: Ah, isso é realmente algo difícil de se avaliar neste momento. O que eu sei é que eles sempre frequentam eventos culturais na cidade, então isso já é algo positivo. Quero deixar claro que o mais importante é respeitar a livre escolha de cada eleitor. Afinal como diz meu amigo Júnior Honorato: “Uns votam por convicção, outros por conveniência”!

TVA2: Então vamos melhorar a pergunta anterior. O que o próximo prefeito deveria fazer pela arte e cultura do município?
Lima Junior: O mais importante é escolher um bom secretário ou secretária de cultura, alguém que seja da área, com apoio da categoria, e dar crédito e autonomia a esse Secretário de Cultura, atento a necessidade de tornar esta cidade um centro de cultura nesta região.

TVA2: Você é uma pessoa apaixonada por esta terra, por Tuparetama. Aliás você tem um livro de poesias sobre Tuparetama. Quais suas expectativas para o cinquentenário de nosso município?
Lima Junior: Todas e as melhores possíveis! Gostaria que houvesse uma trégua política neste período, em favor do cinquentenário do município, no qual não nasci mas que amo! Espero que nas comemorações seja dado o devido valor de cada pessoa que trabalhou e somou para o crescimento do município. Estou torcendo para que se celebre uma festa digna desta comunidade tão “família” que é Tuparetama.

TVA2: Que homenagem você gostaria de fazer ou vai fazer ao município nesta data?
Lima Junior: Já fiz inúmeras, tenho por exemplo um poema entitulado: “Encantos da minha Terra”, que está no meu livro Cara e Coroa. Farei minhas homenagens de acordo com o que me for possível e permitido fazer. Estou à disposição para colaborar!

TVA2: Quais são seus planos literários para este ano de 2012?
Lima Junior: Por enquanto estou empenhado na divulgação deste trabalho recém lançado, o livro Cara e Coroa, com lançamentos em Recife e também em Tabira, São José do Belmonte e noutras cidades desta região com as quais estou confirmando datas.

TVA2: Como estão as vendas do livro CARA e COROA?
Lima Junior: Olha Tárcio tenho recebido bastante pedidos pela internet, de regiões distintas do Brasil como Norte e Sudeste.

TVA2: Como podem ser adquiridos este livro e os outros seus livros anteriores?
Lima Junior: Diretamente comigo ou através da minha página no Facebook . Também com o radialista e poeta Josa Rabelo e no Sebo Cultural em São José do Egito. []

15 comentários:

Anônimo disse...

Lima Junior, declarou em seus comentários que era neutro, mas em todo momento mostrou-se oposição contra a situação. E sobre a cultura passou varias pessoas ligada a cultura como Pedro Torres e o próprio Valdir Teles como secretário e estes são ligados a cultura, é o mesmo que você dizer que ambos não fizeram nada pela cultura.
Se você disse que a câmara de vereadores precisa de um representante da classe, e por que os artista não elegeram o Poeta e candidato em 2008 Valdir Teles. Isso mostra ñ só na cultura como em todos os seguimentos que são classes desunidas e somente pensam em interesses próprios e para que ocorra transformnações terá que unir forças,princimpalmente com as pessoas ligada cultura.

Diana Athenas disse...

A melhor entrevista até agora!
Opiniões de pessoas assim, inteligentes e libertas das "algemas partidárias" , são bastante pertinentes e a linha de raciocínio de Lima Junior coaduna perfeitamente com o que a maioria de nós está pensando.

Concordo com Lima, mesmo que não tenha uma pessoa ligada ao setor cultural na câmara, que haja pelo menos o diálogo das classes artísticas com os vereadores, um secretário de cultura engajado nos movimentos culturais e liberdade de "crença" e criação para os artistas - TODOS eles.

P.S: Eu, particularmente, sinto falta de uma cultura mais original, aquela cultura "Seja marginal, seja herói" , uma cultura democrática, que respeita a liberdade de expressão - pois a arte está acima dos partidos e dos governos, pois, como disse Robert Park, "é na mente do homem marginal – onde têm lugar as mudanças e as fusões da cultura – que melhor podemos estudar o processo da civilização e do progresso" .

A arte com vínculos partidários, que se dobra aos desmandos do poder é algo fadado ao fracasso e como vemos atualmente (não só em Tuparetama), se torna apenas uma política cultural "para Inglês ver" que pode até ser melhor que nada, mas está longe de ser o ideal.

Helder disse...

Lima Jr seria um bom candidato a representar a cultura do município. Mas não há vontade da parte dele. Acho que é por isso que as coisas são um pouco arrastadas na nossa cidade: pessoas competentes enxergam o problema, porém se recusam a resolvê-lo. Mas vamos pra frente.....que pra trás não dá mais.

Anônimo disse...

Concordo com Lima em partes.
primeiramente a cultura não vai tão mal, segundo o que ele falou da oposição não ta em sintonia para se unir é porque tem gente com interesses próprio.... vi até acontecer na oposição mudanças de partido para não fazerem união, então pq falar de oposição desunida se ninguém procura os líderes?.
Particularmente ficarei neutro nesse momento, mas não vou críticar até porque para tudo tem uma AÇÃO E REAÇÃO, tudo deve ter um motivo...
mas diante mão quero agradecer o espaço que tarcio vem liberando para os pensadores, eleitores e articuladores.

Anônimo disse...

A MELHOR CANDIDATA SERÁ VANILDA E VICE LIMA JUNIOR.

"JUNTO E MISTURADO"

Anônimo disse...

A vontade de Lima Junior é grande ( ta na cara ) de ser candidato, mas ele tem medo de concorrer a algum cargo político, pois ele é uma pessoa muito fechada.No comercio dele, ele não sabe nem atender o povo, como é que vai se eleger a vereador. Meu amigo Lima é melhor vender livros, que lá vc coloca fantasias do seu pensamento, porque pra política vc não vai conseguir nem o voto da sua ex- esposa.

Maciel disse...

Tenho uma visão particular do que está acontecendo em Tuparetama. Como alguém que enxerga de longe, preciso ler, interpretar textos, ouvir amigos. Como fiz agora com a leitura do texto de Lima, amigo que, como eu, tem boas intenções. Mas discordo de alguns pontos: secretário de cultura não precisa, necessariamente, ser do "meio", até porque isso não garante que todos os seguimentos culturais serão tratados com isonomia. Artista é bicho desunido mesmo. Segundo, equivale dizer que secretário de Saúde tem que ser médico, de educação ser professor, e por aí vai. Gestão é questão de talento para a função e sensibilidade para as pessoas e grupos mais necessitados. Outra coisa: comprar livros de autores e distribuir é coisa perigosa: vá lá com livros didáticos. Mas seria mais interessante haver concursos literários, com regras do tipo "o vencedor de um ano passa dois sem concorrer", para garantir qualidade e incentivar novos talentos. De graça, isso nunca: a arte deixa de ser independente, como tem de ser, e passa a ser veículo de interesses personalistas.

Maciel Henrique Carneiro da Silva.

Anônimo disse...

Parabéns Maciel!
Por enquanto anônimo!

Anônimo disse...

Lima é um dos maiores poetas de Tuparetma e região,ele deve falar de política mesmo, mesmo sabendo que a tendência dele puxa para os patriotas. O que não concordo é ele falar sem saber sobre os fatos que acontece na câmara,pois ele não aparece lá. Tanto o vereador Sebastião Cezar como Zé Ivanildo já fizeram projetos e requerimentos para o município bem como para a vila. Lima um pouco mais de atenção com o que diz.

Anônimo disse...

Caro amigos, venho por meio desse instrumento de comunicação informar a todos leitores e eleitores deste blog. Quero tocar no assunto mais comentado sobre a questão se George,Vanilda ou Vitalino, vai ou não vai ficar com Valmir ou com Deva e coisa e tal... Eu acho o seguinte, se Deva saiu do PSB e não quis ficar junto no partido de Vitalino e Paulo etc... é porque ele quis rachar e excluiu a galera, mas acho que ele fez uma grande burrice se afastar, mas se a outra oposição fizer coligação com PDT ou otro partido é com motivos de sobra. Traição, essa é a palavra chave para quem abandonou o PSB para ver seu proprio umbigo.Não crítique ninguém sem saber da coisas e respeitem a posição dos outros.
Eu sou partidário sou do PT mas respeito todos os outros grupos políticos.
obrigado tarcio pelo espaço.

Anônimo disse...

Caro anônimo, gostaria que citasse quais os projetos dos exeletíssimos vereadores Peba e Zé Ivanildo que valou! Requerimento que tenho conhecimento foram pedidos de mudanças de nome de ruas no bairro Bom Jesus, ainda não vi nenhum requerimento pedido por estes dois vereadores que seja importante para população.

Joel Gomes Pessôa disse...

Só hoje, 01 de março de 2012 é que li a entrevista do amigo e poeta Lima Júnior.
Contundente e firme nas suas colocações, eis um EXCELENTE quadro para representar o povo de Tuparetama, no seu conexto generalizado, porém, de forma subsidiária, fato posto de que o principal "é o povo", um ótimo representante da cultura.
Não sei e nem entendo como postar qualquer comentário a respeito de Lima Júnior escondido no anonimato.
Mas, apenas para esclarecer ao poeta que admiro (é como CANCÃO, melhor escrevendo do que cantando), fui eu, como Vereador que REQUERI e fui atendido na implantação de água do Bairro Dona Maria e São João, da Eletrificação no mesmo bairro, da substituição do transformador (próximo a Totinha) para um de maior capacidade, possibilitando também a Eletrificação do Bairro São João; REQUERI a implantação de Distribuição de Água do Bairro Santa Luzia (Domingos de Pergentino); Em um período de crise com a falta de água, REQUERI e fui atendido com a PERFURAÇÃO DE UM POÇO ARTESIANO (por trás do estádio que, infelizmente não achou-se água) na Vila Bom Jesus; Fomos nós, enquanto representantes do povo, que primeiro REQUEREMOS ao Governo do Estado de Pernambuco (Jarbas Vasconcelos) a Construção da Passarela que liga cidade/vila/cidade; REQUERI a construção de uma "Lagoa de Estagnação" para tratamento das fossas assépticas do Bairro Dona Maria, hoje jogado todos os dejetos em "um buraco aberto" com exalação de toda fedentina para os moradores; REQUERI e consequi, através da CELPE o levantamento da Rede Eletrica para evitar Acidentes (como o da menina que morreu eletrocutada) na Av. Carlos Caribé...
E não estou, em hipótese alguma, criticando Lima Júnior a respeito das suas colocações, portanto, eu é que me justifico, até por que nunca fiz divulgação das ações voltadas a Vila Bom Jesus e nem todos são obrigados a saber a "quem" compete tal ato.
Esboço, de forma veementemente, que Lima Júnior é conhecedor exímio da poesia, estudante eficaz da arte que tanto admiramos e professor nas críticas construtivas de uma sociedade e a ele mando-lhe meus parabéns.

Joel Gomes - Vereador

gutenberg dias disse...

Esta de parabéns o poeta Lima junior por suas colocações, quem se sentiu ofendido e tem o que argumentar de fato pra se defender que se defenda com provas cabais, nossa! ele disse com todas ás letras o sentimento do povo de tuparetama sobre a politica local acertou em cheio quanto aos candidatos de situação e oposição, são populares sim, mas não têm IBOPE, ser secretário sem um sentavo furado na pasta não faz um bom trabalho na secretária. moral da Historia todo mundo que ser candidato, a prefeito x vereador não pra aprovar projetos em beneficio da população e sim em beneficio do execultivo quando tem maioria na câmara isso mesmo são alienados politicos que só chegam lá porque tem a sombra de alguem que bancou sua campanha com quantias irrisórias que comprometem os trabalhos de mais de noventa porcento das casas legislativa desse país, enfim esta de parabéns o Poeta e voçê Tarcio a quem admiro muito....

Anônimo disse...

Sou do bairro Bom Jesus,vetei em Zé Ivanildo pela segunda vez por afinidade,mas reconheço o trabalho de Joel,tenho 32 anos,nunca vi um vereador exercer tão bem a função,que é fiscalizar o executivo,aprovar projetos e leis,parabéns Joel,acho até que merce uma majoritária,mas tudo tem seu tempo,e se não seguirmos o caminho certo talvez nem chegue a hora certa,acho que deve seguir o caminho de Vital,com simplicidade deixando as coisa acontecerem naturalmente,pois já se perderam dois da sua família,Galego e Deva que está dando o primeiro passo no caminho errado,e olha que tinham muito pra dar! Muito obrigado pelas ações aqui na vila,no momento acho que seria muito bom um posto policial aqui,pois ainda vemos muita briga, na maioria das vezes pelo consumo de bebida,evitaria muito e nos deixaria mais tranquilos.
Obrigado pela oportunidade.

Anônimo disse...

Na verdade , sem querer ofender os outros vereadores , Joel , em toda história política de Tuparetama , foi o único vereador que exerceu a função corretamente ... trabalhando em defesa do povo , sem se importar se é A ou B , defendendo os próprios adversários políticos eleitores do prefeito .



Acredito que por despeito , ou por puro orgulho , muitos escurecem a vista pra esse fato tão real ...


Tenho que dizer sem falta PARABÉNS JOEL , pela bela atuação como VEREADOR !!!!!!!



Tuparetama tem que ter alguém assim na Câmara de vereadores ... não votei em vc , mas dessa vez não poderei perder a oportunidade de um voto tão certo desses ...

Parabéns !!!!!!!!!!!!!!!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...