¹

8.4.12

HOMENAGENS A SEVERINO SOUTO


Severino Souto de Siqueira foi o primeiro prefeito eleito de Tuparetama, sucedendo a João Tunu da Costa o primeiro prefeito, nomeado. 

Figura ímpar na política e na comunidade de Tuparetama sempre foi lembrado pelo seu carisma, pelo seu espírito festeiro e empreendedor e pelo seu jeito particular de administrar, ou seja, colocando literalmente "a mão na massa",  chegando a trabalhar junto aos lixeiros, pedreiros e serventes nas obras iniciais da cidade como o calçamento, a limpeza pública e a arborização. Morreu vítima de Mal de Alzheimer. 

Ao lado dos irmãos Oton Leite e Abílio Leite e do  jovem idealista Pedro Tunu formou o QUARTETO responsável pela mobilização e articulação política que resultou na criação do município de Tuparetama, em 11 de abril de 1962. Em 1984 foi homenageado pelo então prefeito Pedro Torres Tunu com a denominação do Hospital Municipal.


VERSOS DE JOSEMAR RABÊLO 
em homenagem a SEVERINO SOUTO: 


Antes, Vila Bom Jesus, hoje uma bela cidade,
Graças à sagacidade d’um homem de brilho e luz
Hoje devemos dar Jus a quem iniciou o processo
Em prosa, em rima e verso, por tudo que realizou
Severino iniciou uma história de sucesso

Por tudo que realizou, seu trabalho dedicado
Um homem obstinado, exemplo de trabalhador
Um grande predecessor do progresso atual
Severino o principal ícone de honradez
Por tudo que ele fez merece ser imortal

Uma grande companheira: Zefinha Helena querida
Que foi exemplo de vida para uma nação inteira
Sempre esteve na “Esteira”, sempre teve envolvimento
Sempre trazendo um alento ao mais necessitado
Por isso muito obrigado aos dois no firmamento

Lá no céu se tem cidade, Deus que é bom e é perfeito
Severino é o prefeito devido à honestidade
Com as contas da cidade, com o movimento diário
Não importa o calendário, seja na hora precisa
Tinha sempre na camisa as contas do seu Erário

Na sua grande missão, para administrar
Sempre estava a trabalhar na hora da precisão,
De pedreiro, artesão, de fiscal ou de servente,
Não fugia do batente, no campo ou na cidade
Era grande a vontade de defender sua gente

A Cinquentenária cidade deve prestar homenagem
À quem com afinco e coragem foi exemplo de lealdade,
Um defensor da verdade, um homem de honra e glória
Que fique em nossa memória sua história, sua lida
O seu exemplo de vida deve ficar NA HISTÓRIA!!!!



MENSAGEM DE JAQUIELE NÓBREGA:

Neste 11 de abril, quando se comemora o Cinquentenário de Tuparetama, rendemos homenagem singela, porém sincera, àqueles que a edificaram e a todos os que nela nasceram ou que nela vivem. 

Isto posto, salientamos o relevante papel que teve o primeiro prefeito eleito da nossa cidade, SEVERINO SOUTO DE SIQUEIRA, hoje esquecido.  Frisamos que ele dedicou sua vida em prol dos tuparetamenses, falo isso não por fazer parte de sua família (nora), mas como cidadã que sou.  

Já pensei inúmeras vezes em escrever sua história, pela importância do seu exemplo de dedicação a sua terra, exemplo importante para ser resgatado e ensinado às novas gerações.  Sabemos que entre as homenagens do cinquentenário será instalado em praça da cidade um busto do primeiro prefeito nomeado.  Mas não caberia também uma homenagem a SEVERINO SOUTO? Não podemos desmerecer a luta de "Seu Severino" e de outras pessoas que também merecem estar sendo homenageados neste dia 11 de abril. 

Também me pergunto por que não recuperaram o caminhão de "Seu Severino" que tanto serviu a comunidade? Hoje está jogado no lixo, esquecido, corroído pelo tempo... Por que não recuperar essa memória tão edificante e tão simbólica? 

Será que não é de interesse político de alguns relembrar a memória desse homem? Logo ele, que apresentava as três condições básicas que definem a personalidade de um líder: inteligência, capacidade de indignação e generosidade. Preenchia, à saciedade, todas elas, complementando-as com uma firmeza de caráter admirável, uma consistência teórica cheia de brilhantismo e uma serenidade afetuosa que conquistava amizades fortes, isentas de sedução ou maneirismos fúteis.

Severino Souto era um homem verdadeiro, e, por isso mesmo, um verdadeiro HOMEM. Marcou a vida de muita gente, antes de ser acometido por uma doença cruel. Se há algo que lamento, na minha relação com ele, é não tê-lo conhecido mais cedo. Mas tenho orgulho em ter meus filhos como netos desse ilustre tuparetamense.



10 comentários:

Antônio José Xavier (Apolo) disse...

-Uma homenagem merecida e justa ao saudoso Severino Souto, um homem que soube empregar o verdadeiro sentido das palavras política, honradez e trabalho em tudo que fazia. Seu legado, embora parcialmente esquecido, permanecerá aceso nos ideais daqueles que prezam a verdade, honestidade e senso de política (política no sentido verdadeiro da palavra). Sempre ouvi muitas histórias sobre ele contadas por Pedro Tunú e em cada uma delas me emocionei e viajei no tempo a uma época onde a boa vontade para com Tuparetama e seus cidadãos era um ideal partilhado por todos. Aos novos e futuros aspirantes a polícicos fica o bom exemplo do que siginifica de fato fazer política.

Maria Jose disse...

Muito bom Tárcio. Achei lindo os versos de Josa Rabelo. Uma homenagem merecida, até porque seu Severino foi relamente o primeiro Prefeito de Tuparetama.

Hesdras Souto disse...

Obrigado ao Poeta-Amigo Josa Rabelo, pelos magníficos versos dedicados ao meu Avô e a o também amigo-irmão Tárcio José.

Os tempos realmente são outros. Antes, a honradez e a probidade eram a bússola que guiavam os políticos, como Severio Souto. Hoje, o interesse, a ganância desem
nfreada e vileza são atrativos fascinantes, que enchem os olhos daqueles que pegam nas rédeas do poder.

Esses ímpios, que infestão o país como uma praga, deturpam a arte de governar, escurraçam a decência e a hombridade e inforcam a honestidade, é o que há de mais asqueroso no seio da nossa sociedade.

E o povo? o povo continuará sendo refém desses canalhas, que chegam ao ponto de profanar o sagrado direito à educação e à saúde, que foi conferido a população.
Essa nação de políticos salafrários - com raras exceções - que parasítam o Brasil infelizmente contiuará reinado sobre as cabeças dos que dizem sim, diante dos mais simples dos desmandos e dos mais simples erros.

Pois é. Que exemplo foi o de Severio Souto! Que orgulho ter seu sangue correndo em minhas veias! e Que tristeza saber do que anda acontecendo em Tuparetama, onde a memória, a história e a decência não estão sendo cultivadas.
Como podemos pedir para que as pessoas amem seu berço, quando elas não sabem com este foi forjado?

Por que tantas e tantas pessoas estão sendo esquecidas, talvez propositadamente, nesses 50 anos de Tuparetama? O Coronel Manoel Benedito é apenas um nome de Rua; A negra Manoela (que nem negra era) é apenas uma parte de um hino; O grande música Paulo Rocha é apenas o nome de um banda; E o 1º Prefeito da cidade, Severino Souto... é apenas o nome de uma unidade mista de saúde.
Sem contar tantos e tantos outros nomes vitais para nossa história.
Por que não cultuá-los? Por que não estudá-los? Por que não disceminar suas histórias? Por que não ofertar as devidas homenagens a eles? Por que Tuparetama, por que???

Eu responderei, Tuparetama! Porque o povo que não sabe sua história, não tem raiz, quem não tem raiz, não tem identidade e quem não tem identidade, jamais terá um posicionamento, sobre o que quer que seja. Assim, fica mais fácil manipulá-los.

Se não cultuarmos a verdade, sempre seremos cativos, sempre estaremos num degrau inferior. O Mestre Jesus era enfático ao dizer: "E conhecereis a verdade e ela vos libertará".
E há 2000 anos que ainda continuamos à evitá-la!

Meus Parabens Tuparetama, pelos 50 anos de independência e de história (Que ainda terá muito para ser contada e reparada)

ana paula disse...

Menino, esse Hesdras escreve bem que só, gostei!

Parabens pra Tuparetama. Ta ficando velhinha :)

Diana Athenas disse...

Só eu acho que este comentário de Hesdras merecia uma postagem? :D

Se a festa do cinquentenário fosse realmente para comemorar os 50 anos do município, eu teria ficado muito chateada com os protagonistas que foram relegados a meros coadjuvantes e muitos outros que sequer foram lembrados... Porém, o interesse na realização desta festa é bem claro, né? =P (Haters gonna hate!)

BASTIDORES BEAUTY disse...

COMO DECLAROU EM SUA RECENTE ENTREVISTA A ESTE BLOG?

TVA2: Como você gostaria de ser lembrado daqui a 50 anos?
SAVIO TORRES: Como alguém que fez tudo por amor a sua terra e pelo compromisso para a melhoria e o desenvolvimento desta terra natal.

E ESQUECE DE HONRAR O PRIMEIRO PREFEITO ELEITO PELO POVO, SEVERINO SOUTO DE SIQUEIRA,QUE AMOU TANTO QUANTO A SUA TERRA, USANDO SUAS PRÓPRIAS MÃOS PARA EDIFICA-LA.
QUE MEMÓRIA CURTA SÁVIO.
GOSTARIA QUE TIVESSE SIDO LEMBRANDO O CINQUENTENÁRIO DE TUPARETAMA COM O REAL RESGATE DA HISTÓRIA.
COMO ELEITORA SUA, COMO CIDADÃ E COMO FILHA DO Sr. SEVERINO SOUTO DE SIQUEIRA, TENHO TODO O DIREITO DE LHE COBRAR.
Ângela Mª Souto

Ivaí Cavalcante disse...

Tem algumas coisas que eu acho que ñ tem sentido, Dizem que pessoas importantes no senário Político de Tuparatama ficaram no esquecimento, más quero lembrar que todos prefeitos vivos e os que ñ estão mais em nosso convivio serão homenageados pela Câmara de Vereadores nesta quarta feira ás 10h no Centro Recreativo Prof. José Rabelo.

ARNON HAMILTON disse...

GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS CONFIRMA VISITA A TUPARETAMA NA FESTA DO CINQUENTENÁRIO, em 11/04/2012.
Governador, parabéns por ser, cidadão tuparetamense. Mas o almoço que lhe será oferecido, será indigesto, agridoce, levemente temperado com fel. Pois um político do quilate de Sr Eduardo Campos, nunca será conivente com injustiças.
“Alguns Tuparetamenses são solidários. Mentira. Alguns Tuparetamenses não têm memória.

Eleger para o cargo mais importante de município um sujeito que não tem compromisso com o passado; e no presente, alimenta seu complexo de Édipo; sem memória, que manipula as massas ao seu bel prazer, à custa da ignorância de muitos; pelo poder do dinheiro; vaidoso; orgulhoso e desprovido de humildade e esquece-se de resgatar ”A VERDADEIRA HISTORIA DE TUPARETAMA” (se não vejam matéria na FOLHA de Pernambuco, desta Segunda-Feira: 09 de Abril de 2012, no primeiro caderno, Pagina Nº 9 Abaixo de” Editorial”, no artigo:” Tuparetama: Onde fica sua historia? assinada pelo ”Cientista Social e Pesquisador da UFRPE – Hesdras Souto), para ver Crick no atalho- Link, abaixo do Jornal FOLHA DE PERNABUCO: http://www.folhape.com.br/cms/opencms/folhape/pt/edicaoimpressa/arquivos/2012/Abril/09_04_2012/0076.html , nesta Festa dos 50 anos de Emancipação Política do município, só porque teve a sorte, de seu Pai, ter sido o 1º Prefeito nomeado pelo governo.
Não protestar cada vez que o Sr Prefeito promove, na calda da noite, desmandos, perseguições políticas de toda sorte, a quem se atrever a criticá-lo ou abrir a boca; não é coisa de gente solidária. É coisa de gente alienada e sem coragem de contestar por ter muitas vezes “o rabo preso”.
- Alguns Tuparetamenses são batalhadores, de seus princípios. Mentira. Alguns Tuparetamenses são acomodados por excelência.

Alguns Tuparetamenses tentam se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no município, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo. Alguns Tuparetamenses , ao mesmo tempo em que fica Indignado ao ver o salário que ganha seus representantes políticos, por mês para trabalhar tão poucos dias e coçar o saco o resto da semana, não pode ser adjetivado de outra coisa que não de acomodados, sentados na sua zonas de conforto, calados, como o poder reinante assim os quer!.

- Tuparetama é um município democrático. Mentira. Num município democrático a vontade da maioria é Lei, pelo voto consciente.
Num município onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia. Num município em que a maioria sucumbe ante uma minoria barulhenta (e endinheirada), não existe democracia. Todos sustentados pelo povo que paga impostos, que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder.
Concluindo: Tuparetama é a cidade maravilhosa demais para sucumbir a isso, tem futuro promissor, se a juventude dessa cidade assumir de fato seu papel contestador; de oposição e indispensável à construção de um futuro melhor, sem aceitar conchavos e acordos políticos inaceitáveis .
Meu genro Severino Souto de Siqueira (1º Prefeito eleito pelo POVO, que lutou pela emancipação, junto a outros, idem esquecidos), se ainda estivesse vivo, imagino como seria sua indignação e revolta. Dessa vergonha ele se safou... O futuro chegou. E ai... . O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias esses e outros descalabros.
O caminho das imparcialidades é um caminho sem descanso. “O coração que persegue os “muitos sucessos e vangloria própria” é um coração fragmentado, sem descanso.
Não há fim para as coisas que podem ser conhecidas e sabidas. O mundo dos políticos é um mundo de somas e sombras, sem fim. É um caminho sem descanso para a alma.
O que pedimos, tão somente é uma única coisa: simplicidade; reconhecimento, queremos também um busto, do Sr Severino Souto de Siqueira, colocado num pedestal, onde é o seu lugar. Rogamos para que para que aquilo que se perderam no passado nos seja devolvido no futuro. Arnon Hamilton

Anônimo disse...

Eu como Tuparetamense observei todos os funcionários usado as camisas do cinquentenário (- ) nos funcionários da casa da cultura..Ou será que não são funcionários....
Tárcio vc. pública tanta coisa em seu blog. e ainda não viu ISTO !!!

Anônimo disse...

Eu queria saber o que faço pra agradar o mundo,
se é preciso da murro em ponta de faca ou não,
se não devo parar os meus passos na beira do abismo,
para ver uma estátua na praça ele era tão bom...
Se me vejo parado pensando nas coisas do mundo,
eu as vezes duvido que o povo tem a voz de Deus,
é que o homem se sente mais realizado,
ao invés de dizer parabens ele fala cuidado...
Da vida não levo nada,
do jeito que a vida vem,
depois de fechar os olhos ninguém era ninguém...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...