¹

18.4.12

Texto de Tony Souza: OS PEIXES QUE QUERIAM CHEGAR AO MAR

Tuparetama completou 50 anos de emancipação em meio a muita festa, animação, expectativa e como não poderia deixar de ser, muita polêmica. Eu do meu cantinho fico me perguntado qual será o próximo capítulo dessa novela, já que o Big Brother Brasil acabou. Mas o primeiro fato que venho trazer sobre a ótica de um eleitor curioso é sobre os rumos de certos partidos e figuras políticas da cidade.

Charge de Raimundo Pajeu / Especial para este blog

Minha primeira dúvida diz respeito ao PT (Partido dos Trabalhadores). Às vezes a impressão que tenho é que eles não possuem de fato uma postura política consistente, sendo que já deram indícios razoáveis para me convencer disto. Mas para uma análise mais ampla vamos nos ater aos fatos. Primeiro há um desentendimento entre Danilo do PT e Jonas de Melo, vice-presidente do partido, inclusive o próprio Jonas divulgou uma nota (exibida aqui neste Blog) gongando o amigo e mostrando seus pontos de vista nada coerentes, diga-se de passagem, (eu pessoalmente não entendi nada daquele texto, onde ele só fazia acusar o autor deste Blog, Tárcio Oliveira, por ter publicado uma nota sobre o PT, e nenhum dos seus argumentos para se justificar faziam sentido, se alguém duvida, que veja a nota aqui no Blog e tire suas conclusões) e se a intenção de Jonas foi ajudar, acabou atrapalhando. 

Com relação a Danilo, é uma figura curiosa. Diretor de Juventude, nomeado pelo atual prefeito Sávio Torres, Danilo tem tido um trabalho inexpressivo para não dizer inviável. Segundo ele, as políticas de apóio local a Casa das Juventudes são poucas, mas já presenciei várias vezes pessoas da própria administração reclamar que mal o vêem por lá. Ou seja, é falta de incentivo local, ou de boa vontade e de competência do próprio Danilo? Um candidato que se apóia sobre uma legenda tão forte e com conotação jovem deveria repensar melhor suas posturas... Mas isso vai de cada um não é amiguinhos? Eu pessoalmente deixei de acreditar em pseudo-ideologias apelativas há muito tempo.

Outro camarada que acabou entrando na “mira” do conservadorismo da ala de Sávio Torres foi Elízio Neto que tentou embarcar numa campanha mas terminou sendo vetado por falta de recursos e pelo pouco apoio. Apesar de não fazer parte do PTB, partido de Sávio Torres, Elízio esperava contar com empurrão do seu chefe, só que depois de uma certa entrevista concedida a este Blog, Elízio "pecou" por dizer a verdade e feriu algumas lideranças do partido. Afinal vocês sabem bem que política em Tuparetama não combina com contradição. Isso é uma pena pois mesmo que Elízio não ganhasse a disputa, ele certamente daria o que falar e isso sempre é bom para quebrar a rotina, ainda mais ele com sua postura crítica e polêmica de não levar desaforo pra casa.

Quero fechar por hora a seção candidatos falando de Ivaí Cavalcante, Diretor de Esportes e recentemente a frente da Secretaria de Cultura, aliás, na área do esportes Ivaí fez um trabalho interessante, mas eu me pergunto porque ele resolveu aceitar a pasta da cultura sabendo que a entregaria dois ou três meses depois para cuidar de sua campanha? De fato, eu já parei de tentar entender essa situação da Casa da Cultura, primeiro a assumiu Pedro Torres, fugira histórica, mas sem abertura para implantar os seus projetos nada comuns. Depois colocaram Antônio José, que durou apenas um mês, porque não teve muito espaço para trabalhar e como se sabe com ele não tem meio termo, ou tem apoio ou ele tá fora, e  foi o que aconteceu. Agora Ivaí, que também já entregou a pasta. Bem, isso é ou não é no mínimo curioso?

Bem, passou-se a festa dos 50 anos da cidade e agora resta pensar na festa maior, a festa política. Afinal, Valmir Tunú já se lançou candidato pela legenda de Sávio (PTB) e ai surgem as dúvidas em torno do vice, será que Romero também será gongado? Sinceramente pelo pouco que conheço de Valmir posso dizer que ele é um homem de poucas palavras, simples, mas tem uma grande virtude, sabe que precisa aprender e está disposto a isso. Eu penso que quando se está disposto a ouvir, certamente se aprende e respeita-se melhor o outro e eu por minha vez não vou condená-lo sem antes avaliar melhor suas posturas enquanto candidato. Isso sem falar que ele terá um cabo eleitoral forte, Pedro Torres, ex prefeito e irmão de Sávio.  Quem o conhece sabe da sua experiência, astúcia e do seu poder de convencimento, que  são fortes. E Valmir, sendo apadrinhado por Pedro Torres tem muito a ganhar além da força política do próprio Sávio e seus aliados. Contudo, ainda resta saber como ficará o panorama político da oposição, coisa ainda pouco definida, e como será também a postura de Romero Perazzo, vendo suas aspirações a prefeito mais uma vez interrompidas.

Pois é... Lá se vão 50 anos de emancipação e eu fico aqui pensando... Sávio consolidou sua administração em 8 anos de governo recebendo ótimas avaliações e agora se vê prestes a preparar o terreno para um sucessor que, ele sabe, precisa ser antes de tudo, um bom ouvinte. Mas eu lembrei também de uma frase do grande intelectual e político Jarbas Passarinho que dizia mais ou menos assim: “Em política, a única verdade que tenho é que toda criatura, um dia, trairá o seu criador”. Assim sendo, vamos mergulhar no rumo desse cenário, afinal Tuparetama em seu cinqüentenário, continua pulsante e agora cada vez mais, estamos produzindo história. E quem viver verá.

Por Tony Souza / Colaborador

4 comentários:

Anônimo disse...

caro amigo tony souza ,nao se preoculpe que romero nao será vice da valmir tunú nao.era muito engraçado romero foi vereador tres
vezes ,presidente da camara, secretario de administracao,e vice prefeito e agora tendo um partido podendo ser candidato a prefeito vai aceitar ser vice de uma pessoa totalmente despreparada que nao tem condicao de governar seu municipio.se savio torres lançar valmir como candidato a prefeito o ribuliço é grande e eu tou com romero pra onde ele for abraço a todos .TA CHEGANDO A HORA MEU POVO. PEDRO RABELO DE VASCONCELOS.

Anônimo disse...

pq vc ñ se candidata já q sabe a receita agora prepare a comida.Toda serra de longe é azul.Criticar e não agir ñ serve.Vamos é Valmir e George

Anônimo disse...

PARABENS PELA ENTREVISTA TONY, A TARCIO NEM CABE ELOGIOS, AFINAL NUNCA FOI DISPONIBILIZADO A NINGUEM TAL MEIO DE EXPOSIÇÃO DE OPINIOES QUE SE COMPARE A ESTE BLOG, EXTREMAMENTE RICO EM CONTEUDO VISUAL E INTECTUAL....POR FIM, POSSO DIZER QUE VOCÊ COM SUAS PALAVRAS DEU UM "BELISCÃO" DOS BONS A QUEM INTERESSA, RESULTADO DISTO SERÃO OS COMENTÁRIOS DESTA ENTREVISTA. FELIZ DE QUEM SABE OUVIR AS OPINIOÊS, AS CRÍTCAS....QUANTO AO SUCESSOR DIGO, É ALGO A SER BEM PENSADO, SEM CONTAR COM AS POSSIVEIS ALIANÇAS.ABRAÇOS ELIZIO NETO

Ivaí Cavalcante disse...

Meu caro tony Souza ñ o conheço mais vejo q vc tem uma eloquência bem sucedida com as palavras e obrigado pelo q vc disse que fiz um trabalho interessante no Esporte. E sobre a minha ida para a secretária de Cultura posso dizer que foi por aceitar desafios e dizer q posso ser capaz em qualquer área que eu atuar e tirar aquela rotulação de que eu se ganhar como vereador vou só olhar para o esporte, más vejo com bons olhos as áreas de Saúde, Educação e Social.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...