¹

16.10.12

EM ENTREVISTA PARA A RÁDIO TUPÃ, O PREFEITO SÁVIO TORRES FALOU SOBRE A CAMPANHA ELEITORAL, SEU GOVERNO E FUTURO POLÍTICO

A convite do comunicador Josemar Rabêlo, o prefeito de Tuparetama Sávio Torres concedeu uma entrevista para a rádio local Tupã FM, na tarde de hoje (16/10).  A entrevista é o primeiro pronunciamento público de Sávio Torres após as eleições do dia 07.  Em cerca de 30 minutos ele respondeu as perguntas e falou sobre a campanha, a transição de governo, os projetos a partir de 2013 e a avaliação do seu mandato: 

Hora de agradecer:  "Meu objetivo ao dar esta entrevista aqui na Rádio Tupã, falando para o povo de Tuparetama, é sobretudo para agradecer. Agradecer primeiro a Deus por ter nos ajudado para que esta campanha tenha transcorrido em paz. Foi uma campanha onde houve, sob alguns aspectos, algumas agressões, mas Graças a Deus a paz reinou até o presente. Também quero agradecer de antemão a todos os amigos, muitos eu gostaria até de citar o nome mas evidentemente não vou fazer isso pois acabaria esquecendo os nomes de alguns. Foram muitos os que ajudaram, que colaboraram com esta campanha, tantos militantes que da sua forma e do seu jeito simples assim como os mais ousados, todos ajudaram a tocar em frente nossa campanha. Eu acho que uma campanha deve ser uma festa da democracia, e assim por tudo eu quero agradecer a todos que acreditaram no nosso trabalho e deixar meu abraço fraterno ao povo de Tuparetama". 

A campanha: "Foi uma campanha tranquila, botamos muita gente nas ruas, nas caminhadas, nos comícios, fizemos eventos bastante participativos. Eu sempre digo que quanto menor a cidade mais o povo participa, então com Tuparetama não foi diferente. Acho que foi uma campanha muito animada. Como sempre, graças a Deus, eu tive a decência de fazer uma campanha em alto nível, em nenhum momento baixei o nível e assim estou gratificado por tudo. Se foi a decisão do povo que o outro candidato fosse vencedor, a gente respeita a vontade do povo e que essa vontade seja realmente acatada". 

Transição: "Enquanto governo continuo me esforçando o máximo possível para entregar a prefeitura organizada. Já ontem passei o dia trabalhando como de costume e será assim até o dia 31 de dezembro. Para você ter uma ideia  ontem no final da tarde eu estava vendo as obras em andamento, como lá no Sítio Logradouro onde está acontecendo a reforma da escola e a construção de uma sala de informática. Depois fui entregar mais uma casa de alvenaria em substituição a casa de taipa, isso me dá uma alegria muito grande. Em seguida estive com a empresa responsável pela construção da Casa de Velório, um espaço bonito e importante que vamos entregar a comunidade com um ato ecumênico com a participação do padre, pastores e espíritas. Estive também nas obras dos portais de entrada da cidade, enfim, o compromisso que o povo de Tuparetama me confiou não foi somente até o dia 07 de outubro, o povo me confiou até 31 de dezembro e até lá eu tenho que zelar por Tuparetama. Estou me reunindo com as pessoas que fazem o governo comigo, equipe de limpeza urbana, obras, saúde, educação... para gente manter as atividades até o final, porque tudo tem que caminhar bem até o dia 31 de dezembro". 

Avaliação do seu governo: "Alegra-me muito a aprovação que tenho recebido do povo do município. De um ano pra cá fizemos 9 pesquisas e em todas recebi uma avaliação muito positiva, então seria uma irresponsabilidade mudar nosso modo de cuidar do município pelo fato de não ter feito sucessor. Muita gente talvez tenha o sentimento de que, passadas as eleições, devíamos parar as obras e na verdade nós queremos manter nosso compromisso de trabalho e demonstrar ainda mais o zelo que temos por Tuparetama , a exemplo de todas as obras que estão em andamento assim como outras que estão para sair, como a reforma da Escola Francisco Chaves Perazzo, reforma do Hospital, posto médico do Bairro Bom Jesus, quadra poliesportiva do Bairro Bom Jesus, Centro de Saúde da Rua Frei Caneca, substituição de casas de taipa por casas de alvenaria, centros sociais, enfim estamos trabalhando, pretendemos entregar essas obras até o final de dezembro, ou seja, meu compromisso com Tuparetama não mudou, é o mesmo que eu tinha antes das eleições. 

Marca de governo:  "Vamos deixar a marca de um trabalho que por mais que seja hostilizado, que alguém queira destruir ou nos humilhar, ninguém vai tirar da nossa consciência que nós fizemos muito por Tuparetama. Isso é indiscutível.   Independente de ter votado ou não em meu candidato, o povo reconhece o trabalho feito por nossa administração. Não vou deixar essa imagem decair e vou prosseguir até o final do mandato com muita responsabilidade. Meu governo tem essa marca, ele foi um governo muito perseguido, muito denunciado, mas é um governo que vai deixar a marca de muito trabalho. Vou poder colocar minha cabeça no travesseiro e dormir com minha consciência tranquila de que fiz muito por Tuparetama, que dei a minha vida, a minha alma, para servir a Tuparetama. Vamos deixar um saldo positivo de obras e ações. Deus sabe dessa verdade e o povo sabe também". 

Como o novo prefeito receberá a prefeitura: "Vamos entregar os bens do município zelados, tudo organizado. Isto é um compromisso, entregar tudo bem cuidado, tudo funcionando direitinho. Eu quero pedir a todo mundo que faz o governo comigo que zele e redobre o cuidado por tudo que for do município, pra gente também deixar esta marca de responsabilidade". 

Projetos políticos: "Conversando com minha família, sobretudo com minha esposa Raquel, eu digo sempre que qualquer cidadão vive muito melhor quando está fora da vida pública, tem muito mais tranquilidade e pode dar mais atenção a sua família, mas política é uma coisa difícil da gente deixar. Para você ter uma ideia, acabei de ser convocado pelo senador Armando Monteiro para fazer parte do diretório estadual do PTB, para a partir de janeiro já ir começando a fazer a coordenação dos trabalhos aqui na região, relacionados ao seu projeto político para governador de Pernambuco. Tenho o compromisso também com meu amigo Ricardo Teobaldo, agora reeleito prefeito de Limoeiro, de ajudá-lo numa eventual campanha para deputado federal. Não posso fazer por menos pois eles estão entre os que mais me ajudaram nestes meus dois mandatos. Temos também o compromisso com Ângelo Ferreira, de lutar por sua reeleição daqui a dois anos. Enfim, como falei é muito difícil deixar a política, mas continuo dizendo que todo cidadão vive muito melhor e mais tranquilo ficando de fora da vida político-partidária". 

Projeto pessoal: "Você sabe que sou trabalhador, já estou preparando meu projeto pessoal fora da vida pública, volto a trabalhar nas minhas atividades privadas a partir de janeiro, pois aprendi a trabalhar muito cedo, com 12 anos, ajudando meus pais no comércio, pesando cereais, indo para as feiras com eles, enfrentando desafios e dificuldades. Então não vai ser agora que vou me acomodar. Deus tem me dado muita saúde, quero trabalhar, isso é de mim, é o meu jeito, enquanto eu puder e tiver forças, estarei na labuta". 

Sobre a crítica de que a prefeitura não desassoreou barragens nem perfurou poços na zona rural para o combate a estiagem: "Acho que ele está equivocado ou mal informado. No final do primeiro mandato só de uma única vez eu consegui 1200 horas/máquina com o então governador Mendonça Filho, distribuídas em serviços por todo o município. Sem contar que ficamos providenciando horas/máquina para várias pessoas e comunidades no decorrer dos últimos anos, no ano passado e neste começo de ano. Não consegui com o IPA a liberação de horas máquinas como havia conseguido com Mendonça Filho, mas temos muitos atendimentos na zona rural e vou relacionar para a comunidade nos próximos programas Fala Prefeito aqui nesta rádio. Então acho que foi falta de informação do prefeito eleito, mas a verdade prevalece e vou nominar os atendidos para que a população tome conhecimento". 

Com relação ao novo governo de Tuparetama:  "Eu quero dizer que estarei a disposição para dar qualquer informação relacionada aos meus 8 anos de mandato, bem como informar sobre os convênios que estão para sair, nós temos muitos, tanto com o governo estadual quanto com o federal, a exemplo da Casa da Juventude, Centro da Juventude, Coordenaria da Mulher etc. Temos obras que com certeza não poderão ser concluídas este ano. Quero informar com total transparência o que recebemos, o que está nas contas, o que falta chegar, mostrar tudo, se surgir alguma dúvida eu estarei a disposição do prefeito eleito. A população não pode ser penalizada porque o governo vai mudar de sigla. Deixo claro que não tenho nada pessoal contra o prefeito eleito, nossas divergências são somente no campo político, temos um relacionamento respeitoso". 

Despedida: " Deixo o mandato mas não deixo de ser amigo do povo de Tuparetama. Quero continuar junto de todos os amigos que construí ao longo de minha vida. Enquanto muitos festejavam a vitória – o que é natural, quem ganha quer comemorar, eu só lamento os excessos e às vezes a falta de respeito – enquanto tudo acontecia eu estava em Recife trabalhando, percorrendo os órgãos do governo, buscando a liberação de recursos e serviços para finalizar as obras em andamento no município, eu me acostumei assim, trabalhando. Para se ter uma ideia hoje atendi o secretário de esportes Carlinhos, que queria saber se a prefeitura iria continuar ou parar com o campeonato municipal de futebol e eu disse 'vamos continuar, o governo está seguindo em frente e nós vamos encerrar este campeonato ainda este ano, não há motivo para parar e penalizar os desportistas'. Vamos seguir em frente, foi isso que eu disse. Tudo precisa continuar funcionando e muito bem: escolas, hospital, postos de saúde, limpeza pública, creche....por isso vou encerrar minhas palavras repetindo o que eu disse no começo desta entrevista: O compromisso que assumi com Tuparetama não foi até o dia 07 de outubro, foi até 31 de dezembro de 2012.


3 comentários:

Maria José disse...

Não me pareceu ser um entrevista expôntanea e sim algo escrito para depois ser falado.

Sobre o prefeito dizer que "não baixou o nível da campanha", não foi isso que vi durante todos esses dias que antecederam a campanha. Vi muitas baixarias feitas, na sua grande maioria, pelo lado dos partidários do prefeito.

Mas passou, a eleição foi ganha pela oposição, numa campanha linda, participativa e solidária, onde o povo, não só acreditou como ajudou em todos os aspectos.

Tuparetama terá um novo governo, uma cara nova, uma cara com a cara do povo.

Parabéns Tuparetama, por acreditar que é PRECISO MUDAR, e que a ESPERANÇA PODE E SEMPRE VENCERÁ O MEDO!!!

Renato Mendes disse...

Prefeito Savio Torres parabens pela entrevista, na qual o senhor demonstra mais uma vez sua categoria de homem público e lutador pelo bem de nossa cidade, o senhor jamais será esquecido por nós de Tuparetama.

josé carlos da silva disse...

de grão em grão a galinha enche o papo, não que válmir fosse fraco mais ao longo dos quatro anos começaram regular demais, nega uma coisa ali outra acolá, dando autonomia a pessoas sem moral nem uma, e isso foi avisado varias vezes ao executivo, sabe qual era a resposta, quem manda lá é fulano o que fizer tá feito deu no que deu, falta de aviso não foi, tem que ouvir avaliar e tirar proveito daquilo ouviu, dar atenção aos que batalharam e estiveram sempre na luta, mas foram esquecidos e substituidos por outros de ultima hora, moral da história os esquecidos e os que foram maltratados em varias repartições deram a resposta nas urnas e a lição vale pra o próximo prefeito eleito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...