7.1.13

BISPO DIOCESANO, DOM EGÍDIO BISOL APOIA ASSOCIAÇÃO ÍTALO-BRASILEIRA DE TUPARETAMA “ANTONIO PERAZZO”

Na foto, da esquerda para direita: Padre Josenildo Nunes Oliveira, José Carlos de Souza, Júlia Pessoa, Dom Egídio Bisol, Álvaro Perazzo, Regina Pessoa, Valdir Perazzo, Argemiro Perazzo e Rosalva Perazzo.

O bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, Dom Egídio Bisol e o padre Josenildo Nunes Oliveira, receberam na última quinta-feira uma comitiva da cidade de Tuparetama integrada por Valdir Perazzo, Álvaro Perazzo, Argemiro Perazzo, Rosalva Perazzo, Regina Pessoa, Júlia Pessoa e José Carlos de Souza, representantes da ASIBAPE.

No início da conversa, Valdir Perazzo agradeceu ao bispo Dom Egídio Bisol pelo apoio quando do processo de obtenção da cidadania italiana pela Família Perazzo. Aproveitou o ensejo para solicitar-lhe auxílio no sentido de localizar parentes da Família Perazzo ainda não identificados e que vivem na Região da Campagnia, na Província de Salerno. Num segundo momento, Valdir Perazzo relatou aos religiosos o processo de fundação da Associação Ítalo-brasileira do Estado do Acre e o que esta significou para difusão da língua e da cultura italiana naquele Estado do Norte do Brasil. No decorrer de sua exposição, Valdir Perazzo salientou a importância da criação da Associação Ítalo-brasileira de Tuparetama “Antonio Perazzo”, a qual poderá ser um paradigma para formação de outras entidades similares no Sertão do Pajeú, na perspectiva de uma futura Federação de Associações com o mesmo objetivo. 

Álvaro Perazzo, indicado presidente da Associação Ítalo-brasileira de Tuparetama “Antonio Perazzo”, destacou a importância do presente movimento cultural, visando uma aproximação entre a referida cidade e a Itália, na tentativa de encontrar soluções plausíveis para a combalida economia agropecuária do Sertão do Pajeú. O presidente da Associação “Antonio Perazzo” disse que era objetivo da entidade ministrar cursos regulares de língua e cultura italiana na Região do Pajeú, esperando, ainda, no início do corrente ano articular a realização do primeiro módulo do curso a ser desenvolvido durante os próximos três anos. 

O secretário geral, José Carlos de Souza, ratificou as palavras do presidente da Associação e afirmou que a entidade que preside, SICOOB (Sistema de Cooperativas do Brasil), apoia a iniciativa porque, com certeza, pode contribuir para expansão da cultura italiana na Região, com consequente fortalecimento da economia agropecuária. José Carlos de Souza, aproveitou a audiência para dizer que a Associação da qual faz parte pretende realizar uma missão à Itália em julho deste ano para articular o processo de cidades gêmeas (Tuparetama x Salerno), sob a coordenação da administradora Regina Pessoa. 

O bispo Dom Egídio Bisol considerou ótima a proposta, fazendo lembrar, na ocasião, que a “Fondazione CPM, per Le case popolari nel mondo.” com sede em Padova, na Itália, desenvolve um audacioso projeto de construção de casas populares na cidade de Afogados da Ingazeira, da qual a Igreja é parceira para educação esportiva de jovens quando da implantação do referido projeto. Álvaro Perazzo, pediu ao bispo informações sobre a empresa italiana, para reivindicar para a cidade de Tuparetama um projeto da mesma envergadura.

Foto e informações da Assessoria de Comunicação da Associação “Antonio Perazzo” 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...