¹

21.11.13

TUPARETAMA RECEBERÁ MÉDICO CUBANO DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Nossa persistência valeu a pena, Tuparetama foi contemplada no Programa Mais Médicos. Em Dezembro receberemos nosso primeiro médico cubano. Que venha somar e endossar nossa luta em favor de um SUS de qualidade para melhor atender e servir a nossa população” Com esta mensagem no seu perfil no Facebook a Secretária de Saúde de Tuparetama, Núbia Mamede (foto) informou a boa notícia para a saúde do município, recebida na reunião dessa terça-feira, 19 de novembro, na cidade do Recife. 

Assim como Núbia, outros secretários municipais de saúde dos municípios pernambucanos se reuniram em Recife para tratar da chegada de mais médicos ao estado. Lançado em 8 de julho, o Programa Mais Médicos amplia o número desses profissionais nas regiões carentes do país. Os profissionais recebem bolsa de R$ 10 mil por mês. Os municípios são responsáveis por garantir alimentação e moradia aos profissionais. Até meados de março de 2014, o Brasil receberá cerca de 12.996 médicos estrangeiros para ocupar os lugares dos profissionais brasileiros, que não querem ir para as localidades que não tem médicos. 

O apoio da população ao Programa Mais Médicos vem crescendo nos últimos meses e chega a 84,3%, de acordo com pesquisa divulgada no inicio deste mês de novembro pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Na pesquisa anterior, de setembro, o percentual dos que apoiavam o programa era 73,9% e, em julho, 49,7%. 

Os dados da pesquisa se confirmam em nossa região, segundo o blogueiro Marcelo Patriota. Em conversa com alguns secretários de saúde dos municípios que já receberam médicos do Programa, observa-se que a satisfação dos pacientes é muito grande e que outros pontos positivos estão surgindo, como a melhoria do atendimento dos médicos locais, incluindo maior atenção ao cumprimento de horários e plantões. 


Um comentário:

Tony disse...

Oi Tarcio, gostaria de deixar aqui a minha opinião como cidadão tuparetamense, embora que a alguns anos não resido mais ai, mas tenho um grande apreço, e também como profissional da saúde, embora não atuante na saúde pública. Deixo claro que a iniciativa do Governo Brasileiro (em parceria com o Cubano, é claro) irá melhorar ou já está melhorando em partes o caos nos hospitais públicos brasileiros, sobretudo no tocante aos rincões do interior dos estados, trazendo uma medicina mais humanizada frente à que se vê na maioria dos casos. Todavia, essa não é a solução! O problema de saúde pública que o Brasil possui e, que não é de hoje, diga-se de passagem, envolve uma infinidade de outros problemas tais como: falta de saneamento básico, investimento em infra-estrutura hospitalar inaparente principalmente em hospitais de pequeno porte, falta de um programa de formação continuada dos profissionais de saúde, dentre outros. Contudo, acredito que esses ainda não é o principal problema, sei que parece contraditório, explico: o responsável pelo surgimento desses e outros problemas derivados é a CORRUPÇÃO. Convenhamos, que a corrupção gera todo esse caos, sendo assim, a iniciativa de trazer médicos vindos de outros países não irá solucionar esse empasse, pois se "ela" ainda existir, é como diz o matuto: "é querer tapar o Sol com uma peneira". Desta forma, de que adianta fazer com que cada hospital público brasileiro tenha o número suficiente de médicos por pacientes atendidos, se esses profissionais não podem contar com uma estrutura hospitalar adequada? Médico não precisa só de um estetoscópio no pescoço e papel e caneta para clinicar. Outro fato que merece uma maior ênfase é a atenção para com os demais profissionais de saúde. Pelo pouco que sei, tomo a liberdade de lembrar que o processo de manutenção da saúde de um indivíduo/sociedade é, ou pelo menos deve ser multiprofissional, no qual estão envolvidos vários profissionais em busca de uma melhor qualidade de vida para o paciente. Se não fosse desta forma, existiria apenas uma única profissão - a medicina - e não é o caso.

Abraço!

(Tony)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...