¹

5.11.14

ESCOLA ANCHIETA TORRES (DISTRITO SANTA RITA) COMEMORA HOJE SEU CINQUENTENÁRIO


Em meio século de existência, a EMAT- Escola Municipal Anchieta Torres, tem a honra de convidar através de sua equipe gestora a comunidade tuparetamense para prestigiar as comemorações que acontecerão neste dia 05 de novembro e contarão com atrações variadas de seus alunos e equipe de professores, na mesma constará a presença de autoridades da cidade, bem como professores homenageados e ex-alunos da EMAT.

Diante do vasto contexto histórico e educacional da instituição, o Portal de Tuparetama fez uma breve entrevista com a atual gestora a Srª .Tatiana Carla Rabêlo Menezes, onde pode-se ter uma visão esclarecedora sobre as comemorações e até mesmo os planos futuros. Confira:


Portal: Conte-nos resumidamente, a história da escola e como se deu o sucesso do ensino ao longo desses 50 anos? 
Tatiana: A escola Municipal Anchieta Torres surge oficialmente em 1967 até então era chamada Escola Mínima de Santa Rita com uma turma multisseriada composta por 72 alunos. A primeira professora foi à senhora Jacinta Gomes de Lira e até hoje reside no distrito e nós que fazemos a escola temos a honra de homenageá-la ainda em vida. O nome Anchieta Torres foi dado pelo prefeito da época Pedro Torres Tunú em homenagem ao seu irmão falecido muito jovem. Com o trabalho e a dedicação de todos que por ela passaram a EMAT foi crescendo a cada ano e em 2004 através do esforço da colega e gestora de então, Aldinete Silvino de Lima e do ex prefeito Vitalino Patriota Neto a EMAT abre suas portas para o Ensino Médio, foi uma grande conquista para toda comunidade rural que teve a partir dessa iniciativa a oportunidade de cursar um Ensino Médio no campo, dando continuidade aos seus estudos. Não atribuiria a palavra sucesso ao crescimento da EMAT, mas a palavra perseverança e sonho, pois por ela passaram e ainda lá estão profissionais que sonham com uma comunidade camponesa capaz de interagir, intervir e transformar o seu meio e esses profissionais buscaram e buscam atingir esses objetivos e isso reflete no seu crescimento, hoje a EMAT conta com 379 alunos distribuídos entre o Ensino Infantil, Fundamental e Médio e 45 funcionários entre professores, auxiliares de serviços gerais, guardas, monitores, motoristas, secretário e auxiliares administrativos. Tenho consciência que muito ainda falta o sucesso, mas o nosso maior sucesso é não desistir e sonhar é o que nos move.

Portal: O que a comunidade pode esperar acerca das comemorações dos 50 anos da EMAT? 
Tatiana: Não terá festa como essas que geralmente as pessoas esperam, optamos em estudar com os alunos a história do Distrito, da escola, do hino, dos diretores, das primeiras residências em torno da EMAT, enfim procuramos resgatar tudo o que foi possível através das mais variadas autoridades, entrevista com pessoas idosas da comunidade, pesquisa sobre o que a comunidade acha da escola, paródias, homenagens a primeira turma concluinte do ensino médio etc, e todo o resultado desse trabalho vem sendo apresentado desde o dia 31/10/14 através do debate regrado entre os ex-alunos do Ensino Médio sobre a visão do Ensino Médio para eles e sua importância. Até o dia 05/11/14 várias atividades estão sendo realizadas culminando algumas no dia 05 com exposição de todo trabalho para a comunidade, participação de Galego do Pajeú, Matheus Rabelo, Banda de Música da EMAT executando seu hino pela primeira vez. Teremos a presença de autoridades do nosso município, também foram convidados os ex-diretores, a primeira professora, e a nossa festa será assim recheada de muito trabalho, muito conhecimento e valorização. Ao final haverá a distribuição do bolo em comemoração a esta data especial. Esperamos a participação de todos nesse dia onde estaremos concluindo nosso resgate com o objetivo de produzirmos um DVD e um almanaque com tudo o que foi resgatado, deixando um registro para ser lembrado daqui a mais 50 anos.

Portal: Qual o seu papel como gestora de uma instituição de ensino com tanta experiência, em colaborar com o crescimento da mesma?
Tatiana: Primeiramente tenho que o papel de ouvir, ouvir os estudantes, professores, funcionários, comunidade e pais depois procurar mediar as idéias no intuito de filtrar as melhores e juntos realizá-los e através desse conjunto de opiniões tentar através do diálogo resolver os conflitos e enfrentar as dificuldades. Se estou conseguindo, só a comunidade escolar poderá responder, só sei que faço o possível para conseguir êxito nas minhas ações por 3 motivos, gosto da escola como da minha casa, sou funcionária pública e tenho a obrigação de prestar um bom trabalho e sei da importância do educador na sociedade. Estar á frente de uma escola tão grande e de difícil aceso não é fácil, preciso sempre repetir para mim mesma que tenho o papel de liderar, de incentivar, de criar oportunidades para alunos, pais, professores e funcionários, de apoiar e de chamar a atenção quando necessário, porque são muitas atribuições e muita expectativa é gerada em torno do gestor e as vezes como todo ser humano enfraqueço, mas quando penso que posso contribuir para o progresso da instituição no geral, logo recomeço e sigo em frente junto com um grupo que tem dificuldades e diferenças mas que me ajuda e que fortalece.


Portal: Quais as suas expectativas em relação ao futuro da EMAT têm algum projeto novo em vista? O que você espera e projeta para os próximos anos da escola?
Tatiana: Desejo que a EMAT cresça a cada ano e que se fortaleça sempre pensando na transformação social que ela pode realizar através de seus estudantes, que procure sempre oferecer uma educação do campo esclarecedora, libertadora, valorizando os sujeitos e suas vivências, costumes e valores. Para 2015 teremos início do Programa Saberes da Terra cujo público são os jovens de 18 a 29 anos que não concluíram o Ensino Fundamental, pretendemos montar o laboratório de Ciências, o qual já adquirimos boa parte das vidrarias e um microscópio, lutaremos agora por um espaço de funcionamento, montar o grupo de contação de histórias e incentivo à leitura, viabilizar e apoiar as ações da COMVIDA, e da Rádio EMAT Educadora, acompanhar o desenvolvimento do ensino aprendizagem com a agenda de profissionais como Psicanalistas (ação já iniciada em parceria com o SOS Religar) Educadoras de outras instituições, que trabalharão com pais, professores e estudantes com o objetivo de melhorar o ensino aprendizagem. Acompanhar e apoiar a Banda de Música da escola que agora através do seu regente os alunos já estão tocando os instrumentos de sopro (mais um sonho se realizando) enfim vários são os sonhos para uma só certeza, enquanto eu estiver na educação não deixarei de oferecer o meu melhor, essa é a nossa missão, nossa vida e em especial é minha na educação. [Entrevista concedida a Elivelton Pessoa ]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...