¹

²

17.11.15

CÂMARA DE VEREADORES DE TUPARETAMA CRIA CPI DA KOMBI. VENDA DE VEÍCULOS NA GESTÃO SÁVIO TORRES SERÁ INVESTIGADA


Na sessão ordinária dessa segunda-feira (16 de novembro) foi aprovada e instalada a Comissão Especial de Inquérito que irá investigar a suposta venda de uma Kombi e outros veículos na gestão do ex-prefeito Sávio Torres. Há indícios de que a venda da Kombi foi irregular, tanto é assim que os documentos do veículo nunca foram repassados para os "compradores" e a Kombi acabou voltando à Prefeitura de Tuparetama após ter sido furtada em Recife, depois de 10 anos nas mãos de compradores particulares. (CLIQUE AQUI PARA LER TODA A HISTÓRIA DA VENDA E RESGATE DA KOMBI). 

O ex-gestor Sávio Torres desperdiçou uma boa oportunidade de esclarecer à população o caso da Kombi num programa extra e urgente que seus aliados improvisaram na RádioTupã na última quarta-feira. Bastaria apenas responder claramente e simplesmente as questões levantadas sobre a venda da Kombi: Como a Kombi foi vendida, se não teve lance no primeiro leilão e o segundo leilão foi cancelado? Mas, se a Kombi foi “comprada” (como de fato foi) que processo legal foi utilizado para sua venda? Quem autorizou a “venda” da Kombi? Quem entregou a Kombi? Quanto foi pago pela Kombi? Em qual conta foi depositado o dinheiro da compra da Kombi? Se a Kombi foi “vendida” legalmente, por que os recibos de compra e documentos não haviam sido entregues aos compradores até o momento?

Em vez de respostas, (e assim "sair bem na fita ) a "tropa de choque" de Sávio Torres abusou da velha tática de bater nos adversários, desmerecer a equipe de trabalho do gestor Dêva Pessoa, posar de vítima e chamar de "baixaria" tudo aquilo que lhes parece crítica ou notícia desagradável. 

Na reunião desta segunda-feira que criou a CPI da Kombi, os dois vereadores aliados do ex-gestor Sávio Torres, Tanta e Idelbrando se retiraram do plenário da Câmara para não participar da votação do requerimento. Os vereadores Diogenes Patriota e Arlã Markson não compareceram à sessão. 

A comissão é composta de 3 membros titulares, não podem fazer parte nenhum membro da Mesa Diretora. Já foram indicados os Vereadores Joel Gomes e Hidalberto Lima, restando a indicação de um nome da oposição. O secretário da Mesa Diretora, Danilo Augusto, nos informou que a Comissão deverá convocar todos os envolvidos no assunto relativo à venda da Kombi desde o ex gestor até os diversos compradores. A Comissão terá um prazo de 60 dias para apresentar o seu relatório final.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...