¹

11.11.15

SEMAS REALIZA ENCONTRO EM TUPARETAMAMA PARA COLETAR INFORMAÇÕES SOBRE DESERTIFICAÇÃO


Está acontecendo hoje (e segue amanhã) em Tuparetama o encontro “Diálogos Municipais”, que faz parte do projeto “Zoneamento das Áreas Vulneráveis à Desertificação no Estado de Pernambuco”, que é coordenado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) em parceria com a Embrapa- Semiárido, Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e Universidade do Vale do São Francisco.  Neste primeiro dia do Encontro participam representante do IPA, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Comdrust, Associações Rurais, Conselho Municipal do Meio Ambiente e secretários de Desenvolvimento Rural, Desenvolvimento Social, Educação e Cultura.

O objetivo desses encontros que estão sendo realizados em diversos municípios do Estado é Levantar informações com representantes da sociedade civil, como sindicatos de trabalhadores rurais, de organizações não governamentais, governos municipais e especialistas das universidades sobre a realidade de quem vive nos municípios do semiárido do Estado para criar um banco de dados e facilitar a criação de políticas públicas para a região. 


Os encontros seguem até o início de dezembro, num total de 39 encontros, sendo um município sede e outro como convidado, (aqui em Tuparetama o município convidado é Ingazeira) no final os representantes de 78 cidades pernambucanas serão ouvidos e poderão relatar os problemas relacionados a desertificação de cada cidade. Desde o início do ano já foram realizados 22 encontros, totalizando 44 municípios do Agreste. 

Em 2014 o projeto ganhou o Prêmio Dryland Champions, concedido pela United Nations Convention to Combat desertification UNCDD/ONU, por meio do Ministério do Meio Ambiente, por constituir parte essencial do combate à degradação do solo e à desertificação para a convivência com o semiárido. Nos encontros são levantadas informações que servirão de banco de dados para elaboração do documento de zoneamento das áreas vulneráveis à desertificação, e assim ajudar na elaboração de políticas públicas para a região. 


Pernambuco possui cerca de 80% do seu território no clima semiárido, dos 185 municípios, 122 estão em áreas que vem sofrendo degradação ambiental progressivamente produzindo, não só a perda dos recursos, com a transformação e supressão dos ecossistemas naturais, mas, também desestruturando bases produtivas locais e regionais, ocasionando reflexos sociais negativos. 

Ao final dos encontros, serão realizados 14 workshops por regiões de desenvolvimento do estado e um grande seminário para a apresentação do documento final. “A gente quer ouvir a sabedoria popular, de como os moradores convivem com as dificuldades do clima da região do semiárido, e depois somar com os estudos dos pesquisadores, numa relação direta. Tudo é feito de maneira participativa e com muito diálogo, com a ajuda da população”, revela Sérgio Mendonça, Gerente de Programas para o Semiarido do SEMAS.

(Com informações do Portal do Governo de Pernambuco e Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Tuparetama)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...