¹

3.2.16

1ª REUNIÃO DE 2016 DO CIMPAJEÚ - DÊVA PESSOA ANUNCIA CAPTAÇÃO DE RECURSOS PARA ATERROS SANITÁRIOS


A questão dos Aterros Sanitários na região foi uma das pautas principais da 1ª reunião do ano do Cimpajeú - Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú, realizada ontem (terça-feira, 02) em Afogados da Ingazeira.

Sob a coordenação de Dêva Pessoa, prefeito de Tuparetama, presidente do Cimpajeú, os prefeitos discutiram o Plano Integrado para implantação de aterros sanitários em três municípios (São José do Egito, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada) que receberão os resíduos sólidos dos municípios circunvizinhos. A ação conjunta de todos os municípios da região visa extinguir definitivamente os lixões a céu aberto.  

A construção de aterros sanitários é uma  exigência da Lei Federal Nº 11.445 de 5 de janeiro de 2007, que estabeleceu as diretrizes nacionais para o saneamento básico e definiu uma Política Federal de Saneamento Básico. O prazo para seu cumprimento já foi prorrogado mas os municípios não tem como fugir da obrigatoriedade de regularizarem suas coletas e destino final do lixo urbano, entre outras questões de saneamento determinadas pela lei.

Dêva Pessoa informou na reunião do Cimpajeú que graças a recursos oriundos do Escritório de Projetos do Governo de Pernambuco, via convênio, Serra Talhada terá ainda neste semestre a instalação do aterro sanitário:

“Luciano Duque teve uma participação estratégica aqui, dentro consórcio, quando foi presidente. Assim o Cimpajeú realizou o Plano de Gerenciamento Integrado Resíduos Sólidos.  A gente só poderia fazer o  atual projeto executivo se cada município tivesse o seu plano de gerenciamento de resíduos sólidos. Agora através da Secretaria de Planejamento e Gestão do governador Paulo Câmara estamos tendo a oportunidade de viabilizar 400 mil reais, proposta colocada pelo Cimpajeú, para o projeto executivo”, destacou Dêva Pessoa.



“Nós estamos trabalhando, estamos resolvendo toda a questão burocrática, para que possamos realizar o convênio. Uma vez com as certidões prontas, nós vamos lançar o edital, fazer o processo licitatório e contratar a empresa executora. Acredito que entre março ou abril estaremos assinando o contrato com o Governo de Pernambuco para liberação dos 20%, que representa a primeira parcela”, garantiu Dêva Pessoa. 

Com informações do blog Junior Campos e da Assessoria de Comunicação de Dêva Pessoa

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...