¹

2.10.17

CASO RARÍSSIMO REGISTRADO EM TUPARETAMA: MULA DEU CRIA NO SÍTIO VÁRZEA DE CIMA


Uma mula de propriedade dos fazendeiros Zé Belo e seu filho Flávio (autor das fotos e vídeo divulgados nesta matéria) deu cria há cerca de 3 dias nas proximidades do Sítio Várzea de Cima (nas imediações dos sítios Seixo e Liberdade, na divisa entre os municípios de Tuparetama e Ingazeira).

O ocorrido tem chamado a atenção de muita gente e atraído inúmeros curiosos à propriedade dos Belos para verificar de perto a mula mãe e sua cria marrom, uma mulinha. O fato é muito raro, aliás, raríssimo. Segundo matéria publicada no site www.cientic.com, "Ao todo, a História registou apenas umas dezenas de mulas férteis, no mundo inteiro. Os partos comprovados cientificamente não chegam à meia dúzia".

Caso se confirme cientificamente o fato acontecido na zona rural de Tuparetama, a mula da Várzea de Cima vai entrar para uma galeria internacional de animais raros e merecerá grande destaque.

Embora a gente aqui no sertão utilize o termo "burra" para se referir à fêmea do burro, o correto em português é o termo mula. Mula é a fêmea do burro, e não 'burra'. Assim como não se usa o termo "mulo" para se referir ao macho da mula. E por que a mula não pode ter filhotes? 

A revista de curiosidades científicas Super Interessante, explica de modo fácil em seu site:   "A mula e o burro são bichos cheios de problemas porque seus pais são de espécie diferente, cujos descendentes são estéreis. A mãe é uma égua e o pai um jumento. A mistura não dá certo. A mula (ou burro, se for macho, já que “mulo” não existe) é forte, boa para trabalhar, mas não se reproduz. O número de cromossomos nos gametas (células sexuais) da égua é 52. O do jumento é 56. “A mula ou o burro nascem com 54”, diz o veterinário Cleyton Eustáquio Braga, da Universidade Federal de Minas Gerais. Esse número cromossômico provoca duas conseqüências. A principal é que o burro não produz espermatozóides e a mula não tem óvulos. Portanto, não geram filhos. Além disso, os órgão genitais desses animais não são perfeitamente desenvolvidos. 

Ainda segundo a revista, "Há alguns casos, raríssimos, em que o burro ou a mula são férteis, mas os veterinários não sabem ao certo explicar por que isso acontece.  / 

Agradecimentos à Clau Almeida e Anna Flávia que colaboraram para a produção desta postagem.

video


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...