20.3.19

SAÚDE | Confirmado: Brasil vai perder título de país livre de sarampo


Com informações do site OUTRAS PALAVRAS

A má notícia não é surpresa, pois essa possibilidade estava posta há meses. Com a confirmação de caso da doença em fevereiro, completa-se mais de um ano de transmissão sustentada do sarampo. Com isso, o Brasil vai perder seu certificado de país livre do sarampo, que tinha sido concedido em 2016. 

O governo brasileiro informou que vai colocar em prática um plano para erradicar, de novo, a doença, com ampliação dos horários nos postos de saúde e a exigência de carteira de vacinação para matrícula em escolas. O ministro da Saúde, Mandetta, quer que o atraso no calendário vacinal não impeça a matrícula, mas traga implicações para os responsáveis, como o encaminhamento para o conselho tutelar. 

O problema é que nem sempre a culpa é dos pais. Há vacinas oferecidas em frascos com várias doses e, em alguns postos, não se pode abrir um frasco no fim do expediente, para não perder o que não é usado. Alguns municípios recomendam que a criança volte no dia seguinte… Mas às vezes os pais não têm condições de voltar. 

Um outro problema é o crescimento, através das redes sociais, do movimento antivacina, com informações distorcidas e alarmantes que usam da desinformação dos pais para gerar desconfiança e medo de campanhas de vacina. Nos EUA e na Europa esses grupos estão pegando pesado. Quando uma criança morre por doenças preveníveis pela imunização e a família torna isso público, ‘ativistas’ se juntam para ir nas redes sociais das mães e postar mensagens do tipo “você está mentindo”, “seu filho foi vacinado sim e por isso morreu”, “seu filho nem existia” e “você que matou seu filho e inventou essa história”, além de xingar palavrões. Pesadíssimo. São movimentos de extrema direita e extrema burrice.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...