IMAGEM DO DIA

IMAGEM DO DIA

3.4.19

EDUCAÇÃO | Escolas públicas em assentamentos do MST estão transformando a vida de milhares de jovens no campo

Foto Brasil de Fato/ Saberes da Terra
O site Brasil de Fato (clique para ler matéria completa)  publicou uma série de quatro reportagens em que apresenta três experiências de escolas do campo em assentamentos do MST que são exemplares no ensino: Piauí, Pará e Paraná. Essas escolas estão entre as duas mil que resistem às dificuldades enfrentadas no meio rural, como longas distâncias, formação, falta de infraestrutura e preconceito, e rompem com imaginário de que as escolas do campo são atrasadas. 

O Brasil de Fato conversou com educadores, alunos, famílias assentadas e o MST sobre educação, e traz perspectivas sobre os desafios dessas escolas no governo Bolsonaro. O conceito de educação do campo foi formulado a partir da iniciativa de movimentos populares do campo, que começaram a pressionar o Estado por políticas públicas específicas para as populações não-urbanas. Até então as escolas rurais era sucateadas e eram desassistidas pelo poder público. Além do MST, lutaram pelo direito à educação, a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e movimentos dos povos da floresta como indígenas, quilombolas e ribeirinhos.

Hoje o ensino na zona rural é garantido pela legislação. 

“A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, as resoluções do conselho nacional de educação, o plano nacional de educação reconhecem o direito das populações de camponeses, ribeirinhos, povos da floresta de terem uma oferta educacional que é adequada às suas condições de vida, aos seus territórios, antes de tudo ela é um direito assegurado na nossa legislação”, explica o professor de políticas públicas da UFABC Salomão Ximenes. 

Mais de 200 mil alunos acessam o ensino básico nas mais 2 mil escolas públicas construídas em acampamentos e assentamentos que atendem crianças, adolescentes, jovens e adultos. 

Essas escolas seguem regras das secretarias de educação, mas possuem as particularidades de cada região, de acordo com o território que estão inseridas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...