¹

17 de maio de 2019

TUPARETAMA | DOMÊNICO PERAZZO CONFIRMA QUE É PRE-CANDIDATO A VEREADOR

Domênico com a esposa Ariana Muniz e seus dois filhos, Anne e João Henrique - Família, Fé e Força 
A corrida eleitoral para 2020 já começou, embora ainda “nos bastidores”. Desse ambiente extra-oficial em que se apresentam possíveis pré-candidatos, um deles já surge com peso para concorrer a uma das 9 vagas de vereadores e vereadoras em Tuparetama: Trata-se do ex-secretário de Cultura e poeta Domênico Perazzo. 

Domênico confirmou ao blog que é pré-candidato e que sua intenção em concorrer a uma cadeira na Câmara de Vereadores tem o apoio de seus familiares, inclusive várias conversas já ocorreram a esse respeito e de agora em diante essas conversas deverão ser ampliadas a fim de reunir apoiadores, debater propostas e fortalecer seu nome como pré-candidato nas eleições municipais. Domênico, de 33 anos, traz em sua bagagem política a “carga genética” da família Perazzo e da família Leite/Menezes/Filó, sempre atuantes na política local. 

O principal referencial do pré-candidato é seu pai, Romero Perazzo, que exerceu o mandato de vereador por três vezes, foi presidente da Câmara Municipal, foi secretário de Administração e também vice-prefeito na gestão 2008-2012. Domênico foi secretário de Cultura e Esportes no último ano da gestão do ex-prefeito Dêva Pessoa e tem, sobretudo na Cultura, uma das vertentes que pretende apresentar como segmento de apoio e de desenvolvimento econômico e social do município. 

Casado com Ariana Muniz e pai de dois filhos, Anne e João Henrique, sempre gostou de política e desde jovem demonstrou sua capacidade de liderança na política, mesmo não tendo pleiteado nenhum mandato até então. Seu nome foi cogitado como um dos possíveis candidatos a vice-prefeito numa provável chapa encabeçada por Dêva Pessoa, mas ele afirmou ao blog que essa proposta não procede. “Apoiamos a pré-candidatura de Dêva Pessoa à prefeitura, porém o nome do vice será indicado pela maioria, posteriormente, numa reunião dos partidos coligados” afirmou. 

Dômenico e outros futuros pré-candidatos terão que se deparar com a novidade que estará presente nas eleições do próximo ano: trata-se da PEC, já aprovada, que acaba com a coligação de partidos para eleições de deputados e vereadores. 

A nova lei impede que partidos formem coligações para disputar vagas nas Câmaras Municipais. A mudança deve provocar alterações profundas na atuação dos partidos políticos, especialmente em municípios menores como Tuparetama. 

A tendência natural será que partidos apresentem o maior número possível de candidatos a vereador. Por outro lado uma consequência lógica da PEC será que se tenha mais candidaturas a prefeito, pois mesmo concorrendo com poucas chances de se eleger, essas candidaturas a prefeito “chamam votos” para as candidaturas de vereadores. 

Vamos aguardar para entender como isso vai funcionar na prática, mas não há dúvidas de que cada partido precisará ter uma grande quantidade de candidatos a vereador para tentar atingir o coeficiente eleitoral.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...