¹

28 de setembro de 2019

HISTÓRIA | Hesdras Souto escreve sobre a perseguição à Beata Maria de Araújo até depois de morta

Cópia do registro de óbito da Beata, encontrado por Hesdras

Com o título "Sem corpo, sem túmulo e quase sem óbito" o sociólogo e pesquisador tuparetamense Hesdras Souto escreveu para a recente edição do Jornal do Cariri um artigo motivado pela descoberta que ele fez na Paróquia de Nossa Senhora da Penha, no Crato: "Descobri no Livro 28, página 77(...) que constam apenas três linhas, três simples linhas descrevendo a morte de Maria de Araújo. Uma completa sonegação de informações, algo não observado nos outros assentos de óbito. Até nisso violaram a Beata!" 

Beata Maria de Araújo
A Beata Maria de Araújo foi - escreve Hesdras - o pivô de um fenômeno que até hoje causa calafrios à Igreja Romana, o famoso milagre da hóstia que se transformou em sangue.  (...) A história da Beata está umbilicalmente ligada à história do Padre Cícero Romão Batista e à cidade de Juazeiro do Norte. 

Hesdras relembra no seu contundente artigo que a Beata sofreu em vida muitas perseguições. "foi examinada, investigada, execrada publicamente e por fim enclausurada. (...) Recebeu o castigo eclesiástico do silêncio perpétuo, morreu sem falar nada. Todavia, transformou sua cidade na Jerusalém do Brasil.

Falecida em 17 de janeiro de 1914, foi sepultada na Capela do Socorro pelo Padre Cícero Romão, mas o repouso sagrado da Beata não durou muito. Em 1930 seu túmulo foi completamente destruído. Hesdras comenta em seu texto: "possivelmente por ordem do Bispo do Crato seus restos mortais foram sepultados em local até hoje ignorado".

"Não lhe deram paz em vida, tomaram-lhe sua sepultura na morte,  sumiram com seu corpo e não tiveram a humanidade para registrar sua morte de forma devida. Tentaram apagar até os mais sutis sinais de sua existência. (...) Por fim, não custa nada perguntar: ONDE ESTÁ O CORPO DA BEATA?"

Para ler o artigo completo de Hesdras Souto clique na imagem abaixo para ampliar ou acesse a versão digital do Jornal do Cariri no Issuu clicando AQUI


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...