IMAGEM DO DIA

IMAGEM DO DIA

13.1.20

CARNAVAL | Governo de Pernambuco convoca artistas e grupos para integrar programação do Carnaval 2020


O Governo de Pernambuco – por meio da Secult/Fundarpe e Setur/Empetur- lança, nesta quinta-feira (9), o edital convocatório para os grupos e artistas que pretendem integrar a programação do Carnaval de Pernambuco 2020. O objetivo é selecionar e contratar artistas, grupos, orquestras e agremiações tradicionais do ciclo carnavalesco, que poderão se apresentar em municípios nas 12 Regiões de Desenvolvimento do Estado. As inscrições deverão ser realizadas no período de 9 a 16 de janeiro de 2020, exclusivamente pelo endereço www.pecarnaval.pe.gov.br, sendo aceito o envio até às 23h59 do dia 16. Confira aqui a Convocatória do Carnaval 2020.
Serão aceitas inscrições em cinco categorias:
1) Cultura Popular: na primeira categoria, estão incluídas as seguintes manifestações: afoxés, blocos líricos, bois, caboclinhos, cambindas, cirandas, clubes de bonecos, clubes carnavalescos, clubes de alegorias, cocos, escolas de samba, grupos de máscaras, mascarados ou similares (caiporas, caretas, clowns e papangus), grupos percussivos, maracatus de baque solto (rural), maracatus de baque-virado (nação), mazurcas, tribos de índios, troças carnavalescas e ursos.
2) Música de Tradição Carnavalesca: nessa categoria, o edital se refere a: “artistas e grupos de música ligados à tradição carnavalesca ou que tenham a tradição carnavalesca como fonte de pesquisa no trabalho a ser apresentado”.
3) Orquestras de Frevo: os inscritos podem concorrer tanto para apresentações de palco como para cortejos na rua, contanto que executem as modalidades dos frevos instrumentais.
4) Dança de Tradição Carnavalesca: valem, para efeito do edital, “artistas e grupos de dança ligados à tradição carnavalesca ou que tenham a tradição carnavalesca como fonte de pesquisa e criação no trabalho a ser apresentado”.
5) Música Popular Brasileira (MPB): para essa categoria, os critérios são: “artistas e grupos de outros gêneros musicais, desde que ligados à tradição carnavalesca ou que tenham a tradição carnavalesca como fonte de pesquisa no trabalho a ser apresentado”.
Para o edital deste ano, a Secult/Fundarpe e a Setur/Empetur decidiram que todos os artistas e grupos que não forem classificados como da Tradição Carnavalesca poderão ser enquadrados, sem distinção, na categoria “MPB”. Essa resolução facilita o julgamento das propostas, além de ampliar a oportunidade desses grupos e artista de se apresentarem em mais de um município. Cada grupo ou artista da MPB terá direito a duas apresentações, no máximo. Para os inscritos na categoria “Música de Tradição Carnavalesca”, o limite máximo é de três apresentações.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...